quarta-feira, 8 de julho de 2009

Num Festival...

Já se passaram todos os eventos. Os artistas ainda na rua buscam alguma luz. Algum calor. Ouve-se (de longe) um som e vozes cantarolando. Ao entrarem no bar, percebem um homem ao centro das atrações. A dona do recinto exclama. "Rui, não se torne ruído". Após sermos apresentadas para o protagonista ele fala. "Essas Anas, não posso apertar muito a mão que eu me apaixono". "Rui, olha a ruína". Uma amiga o cutuca. Quando entramos no bar, havia uma moça de vermelho que nos olhou meio de lado. Suspeito que não ficou muito feliz com nossa presença. "Rui, Rui... vamos!". A moça de vermelho diz. Ela tirou a alegria da festa. A noite se foi. Acharam um caderninho no dia seguinte com os seguintes escritos:
Rui -> mais do que Gil, ele é Caetano. O hospede de um poeta que não tem morada. Hoje eu acordei frenético. Rui-> eu estou com "construção" na cabeça, mas não vou me trair... Eu vou armado. A moça de vermelho era a Ana dele. Ser mulher do Chico Buarque deve ser tudo de bom. Rui -> Ah! Não sei não... ficar mestruada todo mês deve ser muito ruim... eu não gosto disso não... ficar de chico, com chico... não não!
.
foram mtas garrafas de vinho regadas de muitos sorrisos.

PS: não esqueça de votar no > TOPBLOG

8 comentários:

Renato disse...

Depois dá uma passada no meu blog que tem um presentinho para vc lá.
Bjos

Valquíria Falcão disse...

Oi tudo bom???
De uma passadinha no Simplismente Eu, tem um presentinho te esperando, espero que goste, beijos.

Paulo Tamburro disse...

Pena que eu não estava, lá.

Na próxima, quem sabe?

Um abração.

mateus rosa disse...

Vinho... Sorrisos... Tudo de bom!

Adoro!

Beijo, moça!

Zeroglota disse...

Fecho os olhos e me vejo nestas suas aventuras.
Abro, e então minha realidade atual é um pouco de saudades que venho aqui matar com suas histórias ou estórias.
Divirta se,que eu me divirto aqui com seus contos.
Sempre aqui, t amo .
Beijos!
Sidney

Roberto Ney disse...

como é bom ouvir boas historias...
tenho certeza que vc ainda tem outras tantas para contar.
te desejo muita inspiração e voltaei mais vezes para conferir.
grande abraço!

ivone fonseca disse...

Ei irma sua vida é um incessante aventura e eu adoro ainda mais registradas com louvor por aqui adorei.. bj grd

Bê Galvão disse...

aiaiai!!! quanto foi bom compartilhar destes (e de outros) momentos com você!!!
adorei!

fizemos história nesta volta na praça, heim?!

beijão