quinta-feira, 7 de maio de 2009

|| PUB ||



ASSIM...
Me sinto uma criança
perdida em um bar a meia luz
uma amiga me faz companhia
SIMPLES ASSIM...
entre chopps e risos
trocamos confidências até então guardadas
relembramos momentos engraçados
e assim, tornamo-nos atração do bar.
SIMPLES...
duas garotas
perdidas
a meia luz
sem malícia e maldades.
o garçom?
uma graça.

Boa noite.

3 comentários:

MEL disse...

Eu sou completamente diferente.
Ainda estou a usar a mesma gravata de ontem,
sou tão pobre como ontem,
tão bom para nada como ontem,
hoje
Eu sou completamente diferente.
Ainda estou a usar a mesma roupa,
estou tão bêbado como ontem,
hoje
Eu sou completamente diferente.


Ah
Pacientemente fecho os olhos
sobre tudo
em todas as torcidas e sorrisos gargalhadas de cavalo
e vislumbro então, dentro de mim
uma linda borboleta branca
vibrandoo para o amanhã.

É mais ou menos assim a tradução do poema que postei no meu blog;)

Espero que você goste!*

Ai como é bom a gente se sentir criança, nem q seja pelo instante da meia luz de um bar, sem malicias nem maldades, só por diversão e por graça:)

Zeroglota disse...

Bom demais, quando assim acontece!
Um programa em que o espontâneo se torna grandioso.
Só por ser assim!
Beijos!

Fulvio Ribeiro disse...

Olá agradeço a visita...!!!
Bem vinda ao Reflexões..
Achei tudo ótimo aqui,Parabéns.
Abraço.