quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Noite fria


"Queria dizer muitas coisas, mas paro e respiro. Respiro tanto que não consigo emitir nenhum som". Foi isso que ela escreveu naquela noite, onde muitas coisas passavam por ela e seus pensamentos não saiam de apenas um lugar, ou melhor, de uma pessoa.

3 comentários:

Desirée disse...

algumas vezes somos atropelados e sufocados por nossos pensamentos e sentimentos, tamanha a intensidade deles. já me senti assim.

feliz natal :)

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Mayra Coimbra disse...

Amei seu blog. ;) seguindo.