segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Migalhas.


Não vou medir palavras... as verdades que direi poderão doer. Mas o silêncio é mais amargo. Não quero mais viver pra você. Sinto muito. Esperar o que virá amanhã é ter esperança demais. O coração de uma mulher sabe esperar, mas agora não dá mais. Como pode alguém querer cuidar de mim?
.

4 comentários:

Dilberto L. Rosa disse...

Se o momento é de silêncio, deixe esse doce amargor tomar conta e aprenda com o ocaso... Espere que haverá o tempo de ter sua cabeça novamente preenchida pelo colo de alguém que mereça tomar conta de você... Abração!

LUCIMAR SIMON disse...

Ei uma nova Clarinha? repaginada, mais madura? é isso mesmo? que bom

que venha os frutos

beijos no coraçao

Levi Noronha disse...

Meo Deos. :(

João Lins disse...

Xiii...
E quem disse que você precisa de cuidados? Menina, tua força é chama que chama e atrai. Tua preciosidade está em tuas peculiaridades... as raras peculiaridades de uma dama sem fim... de uma princesa em versos, em suma.