segunda-feira, 13 de julho de 2009

De leve


Com passos leves, ela levanta da cama e continua esse caminho desconhecido.
Ela tem medo de dizer mais do que deve, ela tem medo de estragar tudo.
O sol está la fora esperando os que querem se aquecer e respirar.
Você fica ai por que você quer.

Já votou nesse blog? Então clica aqui -> TOPBLOG <-

6 comentários:

yasmin disse...

OIiiiiiiiiiiiiiii to seguindoooooOOOO
parabéns pelo blog
quando puder...http://yasminmantsoni.blogspot.com/"

Valquíria Falcão disse...

Hum as vezes queremos ir para fora sentir o calor do sol, o suave vento e o som dos passaros, mas muitas as vezes não conseguimos por que não queremos e sim por que estamos presos as coisas, pessoas, a vida...amei um texto..
PS: Sim hoje é meu niver...
Obrigada pelo comentarios, beijos, vê se nao some...boa semaninha.

Asas Flamejantes disse...

Belíssimo!
Vc tem uma sensibilidade q muito envolvente.
Pd escrever todo palavrão q quiser p lá,rs.
Bjaum.

wallace disse...

hummm... eu queria estar por aí... rs... foi gostoso falar com vc hj logo pela manhã (se bem q já era quase hora do almoço...). bjs!

Andréia M. G. disse...

Linda combinação entre as palavras e a imagem, leveza absoluta! Bj

MEL disse...

Eu também tenho esses medos e às vezes não sei onde quero ficar...*