quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Voar


É como se os pássaros voassem sem destino, desesperadamente. 
As coisas sairam fora do controle.
Ela se sente de mãos atadas / amarradas / cruzadas.
Está dificil manter o controle e demonstrar paciência.
Um está cansado, quer ser compreendido em todos os ângulos e se sente injustiçado.
A outra, tem amor, carinho e compreensão, está inteira e intensa mas só há cobrança.
As palavras que escapam de sua boca saem com dificuldade e quem as escuta não compreende.
Amor tem. Carinho tem. Oportunidade tem. Duas pessoas tem.
Sobra vidas e experiências vividas em diferentes épocas.
Era uma história de amor desses de contos de fadas. Porém a última página está apagada.
... e os pássaros continuam voando.

4 comentários:

M. Eu disse...

... e os pássaros continuam voando.

Zeroglota disse...

Os pássaros
A espera que as páginas,que aparentes apagadas, sejam escritas.
Não foram apagadas, estão em branco
O passado não se apaga
O presente se escreve agora
E futuro,os pássaros voando esperam que sejam escritos.
E serão
Beijos
Sidney

Jorge Leandro disse...

As placas tectônicas se chocam há milênio e ainda não se encaixaram. Por que nós achamos que tudo só fica perfeito quando fica perfeito?

R. Vieira disse...

Interessante!!
seu blog é contagiante!