quarta-feira, 15 de junho de 2011

... insistir.



(respiração ofegante) Fiz mais do que posso. Eu tento e a cada dia parece ser mais difícil. Depois de caminhar, eu digo que desisti. Era uma ponta de esperança que nascia e morria a cada dia. Hoje o eclipse deixou o céu ainda mais estrelado. E eu, como muitos amantes da Lua, pedi conselhos à ela. Ela me fez relembrar a promessa feita ao mar. Fechei os olhos como quem sente uma vergonha e o rosto começou a esquentar. Olhei prum lado, olhei pro outro. Ninguém. Sinto meu coração bater. Sinto que estou viva. Agora você? A cada dia recolho pedaços caídos ao chão. (respira fundo) Mas eu desisti.

.

5 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Desistir...
...insistir
catando
meus pedaços
de poesia
pelo chão

wallace p. disse...

Cuide-se bem!
Perigos há por toda a parte
E é bem delicado viver
De uma forma ou de outra
É uma arte, como tudo...

Cuide-se bem!
Tem mil surpresas
A espreita
Em cada esquina
Mal iluminada
Em cada rua estreita
Em cada rua estreita
Do mundo...

Prá nunca perder
Esse riso largo
E essa simpatia
Estampada no rosto...(2x)

Cuide-se bem!
Eu quero te ver com saúde
E sempre de bom humor
E de boa vontade
E de boa vontade
Com tudo...

(Guilherme Arantes)

Ps.: achei oportuno lhe dedicar essa música, de coração!

bjs, te adoro

Marcos Almeida disse...

Hoje até usinas nucleares quebram sem razão, que dizer do coração?

Abraços

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Nossa Clara!

O Wallace trouxe este Guilherme Arantes, poeta motivacional este tal, me lembro bem, singelo e bonito,Guilherme Arantes?
De qualquer forma sinta, apenas sinta seja lá o que for, amor e dor, tudo constrói...

Besos

Mel disse...

Isto tanto me fez lembrar meu post e momento atual...! Sintonia!