segunda-feira, 27 de julho de 2009

| desconfortavelmente |


Precisamos conversar. Ainda não está tudo claro. As luzes daquela noite ainda machucam meus olhos. Onde foi parar aquela garrafa que ficava entre nós? A chuva não tem mais o mesmo som. O céu anda cinzento. Deve ser por isso que está tudo estranho. Então eu canto. Eu danço. A vida continua.

PS: gostou do blog. Então vote no link ali em cima. Sua opnião é muito importante.. bjs

12 comentários:

Mateus Luciano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mateus Luciano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mateus Luciano disse...

meu isso que você começou foi fantastico não acabou ,né beijos .

Andréia M. G. disse...

Vou votar, Clarinha! Bjos!

Clarinhaaa disse...

Mateus, vc quer que a historia continue?!

=)

beijos

ivone fonseca disse...

Com certeza, para qqr situação q a vida nos ofereça o fantastico esta na certeza q ela sem cerimonia.. continua.


bj bj bj linducha

Zeroglota disse...

Tão real que parece fictício.
Ou talvez ,tão real por ser real!
E ai vc vai me dizer?
E real ou ficção?
Jeito "Clara" de ser!
Saudades de vc garota!
Seu fã,coléga,amigo,admirador
seila quantos seus mais eu sou!
Te amo linda!
Beijos

Mateus Luciano disse...

adoraria que sua historia continuace
aproposito nosso onibus teria de ser nostalgico e moderno agora quem levariamos....

Mateus Luciano disse...

passando so pra dar boa noite!!!!!!!!!!!

Herculano Neto disse...

Imagino que você cante algo como "Vento no Litoral" e dance sozinha uma melodia imaginária até o amanhecer.

Clarinhaaa disse...

Ivone... eu até que queria continuar a história.. mas ela se acabou!
Se é que me entende!!!

Zeroglota... Adoro vc por aqui... sinto saudades de vc tbm...!! è.. essa é real!! rs

Herculano... vou seguir sua dica... danças sozinha uma melodia imaginária até amanhecer!!!!

beijos

Clarinhaaa disse...

Mateus... a propósito...
a história acabou ali. O proximo texto é um resto de lembranças que se permaneceu!!

Quem levaremos? quem tiver coração puro e souber amar!
é um começo a se pensar!! rs

beijos